3.25.2010

Lusocord

Uma vez que está Grávida e deseja ser dadora de sangue do cordão umbilical deverá contactar o Banco Público de Sangue do Cordão ? LUSOCORD que fica nas instalações do Centro de Histocompatibilidade do Norte.
Os técnicos do LUSOCORD estão disponíveis para fornecer toda a informação sobre o processo, bem como registarão o seu pedido para o envio do Kit de colheita para a sua morada. Para o efeito poderá dirigir-se pessoalmente às nossas instalações no Porto ou contactar-nos telefonicamente todos os dias úteis das 9.00 às 17.00H
O LUSOCORD ? Banco Público de Sangue do Cordão já se encontra em funcionamento e capaz de fazer a criopreservação das células estaminais obtidas a partir do sangue do cordão umbilical.O LUSOCORD está disponível para aceitar a dádiva não dirigida.

Na doação para o Banco Público de Sangue do Cordão ? LUSOCORD:

- O sangue do cordão umbilical será utilizado para a realização de um transplante de qualquer doente do mundo que dele precise, sem outra preferência que a da compatibilidade mais idónea.

- A informação referente à mãe e filho/a será tratada de forma confidencial e codificada de modo a que fiquem protegidas as identidades.

- Será colhida uma amostra de sangue da mãe no momento do parto (e opcionalmente 3-6 meses após) para descartar qualquer processo infeccioso que possa ser transmitido ao sangue do cordão, nomeadamente os testes para a Hepatite B e C, HIV e Sífilis, entre outros. Também se realizarão análises no sangue do cordão e serão guardadas amostras da mãe e do cordão para posteriores análises.

- Não receberá nenhuma compensação económica nem de nenhum outro tipo pela doação do sangue do cordão umbilical.

- Em caso de não ser usado o sangue para transplante, poderá ser utilizado para outras alternativas terapêuticas ou para investigação, sendo possível rejeita-lo se não cumprir os requisitos técnicos mínimos.


Os critérios de elegibilidade para a dádiva requerem:

Idade:
A dadora deve ter mais de 18 anos e gozar de boa saúde (sem história clínica de doenças infecciosas, hematológicas ou de qualquer outro tipo que contra-indiquem a utilização do sangue do cordão).

HIV/SIDA:
Se tem ou está em risco para HIV/SIDA não pode ser dadora.

Cancro:
Todas as formas de cancro, à excepção do cancro já curado de pele (células basais ou células escamosas) ou cervical, impedem a doação.

Diabetes:
Se tem Diabetes tratados com medicação não pode ser dadora.

Hepatite:
Se tem Hepatite B (HBsAg) ou C não pode ser dadora.

Transplantes de Órgãos ou Tecidos:
Se recebeu um transplante de coração, pulmão, rim, medula óssea ou outro órgão ou tecido não pode ser dadora.

Doenças Sexualmente transmissíveis:
Qualquer doença sexualmente transmissível nos últimos 12 meses deve ser avaliada pelo Banco do Cordão.

Tatuagens ou Piercings:
Se efectuou qualquer tatuagem ou piercing nos últimos 12 meses não pode ser dadora.

Se cumprir as condições acima indicadas, deverá comunicar-nos a sua morada e contacto telefónico, 1-2 semanas antes da data programada para o parto, para nessa altura enviarmos o kit de colheita.
A caixa térmica com o sangue colhido será devolvida à LUSOCORD via transportadora MRW (de segunda a sexta feira).
Todo o procedimento decorre sem custos para a dadora.


Qualquer dúvida pode ser esclarecida ligando para o Centro de Histocompatibilidade do Norte:
LUSOCORD-Centro de Histocompatibilidade do Norte
Rua Dr.Roberto Frias
4200-467 Porto
tel.225573470 / fax.225501101 / lusocord@gmail.com

1 comentário:

Comunicação disse...

Olá blogueira, ajude a salvar vidas incentivando a doação de órgãos de órgãos. Ser doador é um ato de solidariedade e amor ao próximo. Visite o site: http://bit.ly/cHLx34 e saiba mais sobre o tema.
Para mais informações: fernanda.scavacini@saude.gov.br
Ministério da Saúde